Amizade em Tempos de Tecnologia e o impacto das redes sociais

As mudanças no conceito de amizade ao longo dos séculos

Bárbara G. R. S. da Silva nos traz um tema pouco abordado nos dias atuais. Em seu livro A Amizade em Tempos de Tecnologia ela apresenta uma reflexão sobre o impacto que nossas relações de amizade sofrem com as novas tecnologias de interação e comunicação. Primeira a tratar do assunto no Brasil, a autora realizou um trabalho único, partindo de um estudo com pessoas da cidade de São Paulo. Além de mostrar o impacto das tecnologias, o livro nos esclarece as funções da amizade em nossa atual sociedade.

Com um panorama sobre a amizade desde a era de Platão, Bárbara detalha a cronologia do papel da amizade na sociedade, desde a Grécia, onde apenas homens podiam ser amigos, bem como em Roma, onde a amizade significava “troca de favores” ou de “afeto”. Há também o impacto nas diferenças de ideais cristãos e pagãos na compreensão da amizade no fim da antiguidade, a lealdade na idade média, até chegar aos dias atuais, onde homens e mulheres passaram a se relacionar com outras pessoas no local de trabalho, na vizinhança e, sobretudo, com familiares próximos.

O livro aborda as principais mudanças socioculturais ao longo dos séculos, evidenciando a comunicação que transcende o tempo e o espaço, não sendo mais necessário nos ver para nos comunicar. Bárbara também levanta a questão da interferência do celular no dia a dia, possibilitando a comunicação independentemente do local em que a pessoa se encontre, facilitando a aproximação entre pessoas que estão fisicamente distantes.

“Na sociedade contemporânea e urbana, a falta de tempo é comum, seja porque a rotina é exigente e desgastante, […]. Portanto, nesta sociedade, ter um amigo estável, duradouro e especialmente disponível no espaço (seja o comunicacional, seja o físico) pode significar o ponto de apoio necessário num determinado momento, no instante em que se precisa travar um contato social.”

Acreditando que função social da amizade pode ser enfraquecida à medida que o contato virtual aumenta, a autora busca entender como se inicia e se mantém uma amizade duradoura, o porquê dessas amizades existirem e a função delas. O livro traz depoimentos, relatos de experiências e opiniões de diversas pessoas adultas que usam as redes sociais para se aproximar dos amigos e como meio de distração. Tendo em vista que o sentido de amizade varia de tempos em tempos e de sociedade para a sociedade, vivemos hoje o “falar mais e com mais pessoas”, já que o “ver pessoas” requer um esforço grande dos envolvidos para um encontro face a face. Essa realidade pode afastar as pessoas mais próximas, mas pode também facilitar a aproximação de amigos que estão distantes, em outra cidade ou país. Na sociedade atual, é fundamental entender as novas dinâmicas da amizade impactadas pelas tecnologias, o que neste livro é abordado com clareza e profundidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *